carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Inflação medida pela FGV fica em 4,95% em 2005

O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) acumulou neste ano uma alta de 4,95%, segundo divulgou hoje a Fundação Getúlio Vargas. Neste período, a elevação mais expressiva de preços partiu do grupo Transportes, que encerrou o ano com alta de 9,22%.A segunda mais significativa elevação de preços em 2005 foi de Saúde e Cuidados Pessoais (5,58%); seguido por Educação, Leitura e Recreação (5,27%); Habitação (5,12%); Vestuário (3,33%); Alimentação (3,20%) e Despesas Diversas (2,93%).Na avaliação semanal, a FGV apurou registrou alta de 0,46% na última semana do ano (de até 31 de dezembro). No IPC-S anterior, de até 22 de dezembro, o indicador subiu 0,49%. O resultado divulgado hoje ficou perto do teto das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pela Agência Estado, que esperavam um resultado entre 0,33% a 0,49%, e acima da mediana das expectativas (0,40%). Segundo comunicado da FGV, os grupos alimentação e habitação foram os responsáveis pela desaceleração na taxa do IPC-S de até 22 de dezembro para o índice de até 31 de dezembro. Os preços de alimentação tiveram uma alta reduzida de 0,82% para 0,75% e, em habitação, de 0,26% para 0,21%.

Agencia Estado,

02 de janeiro de 2006 | 09h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.