Inflação medida pelo IBGE fica acima do previsto

O IPCA de março registrou alta de 1,23%, abaixo da taxa de 1,57% apurada em fevereiro, mas ficou acima das expectativas do mercado. Analistas ouvidos pela Agência Estado esperam uma taxa entre 0,80 a 1,06%. O resultado do IPCA é o maior em meses de março desde 1995. As maiores pressões sobre o IPCA no mês passado foram exercidas pelos alimentos (1,66%) e pelos remédios (4,58%). A redução na taxa de fevereiro para março foi provocada especialmente pela redução no ritmo dos reajustes dos ônibus urbanos e das mensalidades escolares, além da queda de 0,31% nos preços da gasolina. O IPCA acumula no ano até março alta de 5,13% e em 12 meses de 16,57%. O INPC, que mede a inflação para as camadas de renda mais baixa da população, registrou alta de 1,37% ante 1,46% em fevereiro.Este foi o terceiro índice divulgado num período de 24 horas que indica inflação acima do previsto pelos analistas: IGP-DI da Fundação Getúlio VargasIPC da Fipe da USP (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.