finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Inflação medida pelo IPC-Fipe sobe 0,55% em junho em SP

No fechamento do mês; maior alta de preços é registrada no grupo alimentação

Agencia Estado

04 de julho de 2007 | 17h33

A inflação na cidade de São Paulo, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), encerrou o mês de junho em alta de 0,55%, após atingir 0,36% em maio, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da Universidade de São Paulo (USP). O índice ficou acima das projeções dos analistas ouvidos pela Agência Estado, que iam de 0,45% a 0,52%. Na terceira quadrissemana de junho, o IPC foi de 0,49%.O grupo alimentação teve variação de 0,58% em maio, avançou para 1,70% na terceira prévia de junho e para 1,90% no encerramento do mês. Habitação registrou alta de 0,28% no mês retrasado, recuou 0,12% na terceira leitura de junho e subiu para 0,13%, agora. Após apontar altas de 0,47% no mês retrasado e de 0,55% na terceira prévia, despesas pessoais fechou o mês de maio com taxa positiva de 0,61%.O segmento transportes desacelerou de 0,58% em maio para -0,15% na terceira leitura de junho e manteve-se no terreno negativo no índice fechado do mês (-0,16%). O grupo saúde recuou de um índice de 0,42% em maio, para 0,06% na terceira quadrissemana de junho. No encerramento do mês, porém, subiu para 0,23%. Em maio, vestuário subiu apenas 0,09%, na terceira apuração de junho avançou para 0,27% e desacelerou para 0,13% no fechamento do mês.O segmento educação ficou em 0,07% em maio e registrou a mesma taxa de 0,06% na terceira quadrissemana e no índice fechado de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
IPC-Fipeinflaçãoalimentação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.