Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Inflação medida pelo IPCA-15 fica em 0,84%

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) ficou em 0,84%, em dezembro, acima do resultado de 0,63% de novembro. Em dezembro, além da gasolina (3,45%) e do álcool (8,64%), outros itens importantes na despesa das famílias também contribuíram para a alta.As tarifas dos ônibus urbanos ficaram, em média, 1,74% mais caras. As contas de telefone fixo aumentaram 1,89%. Os artigos de vestuário tiveram alta de 1,13%. Juntos, estes itens foram responsáveis por cerca da metade da taxa do IPCA-15 do mês (0,45 ponto percentual).O IBGE destacou ainda, no documento de divulgação da taxa, os aumentos nos preços de cigarros (2,71%), conserto de automóvel (2,16%), seguro de automóvel (2,15%), ônibus intermunicipal (1,59%), empregado doméstico (1,13%) e gás de cozinha (1,03%) No grupo dos alimentos, a alta em dezembro (0,19%) em relação a novembro (-0,05%) foi reflexo, basicamente, do aumento de preços das carnes (3,31%).Os preços para cálculo IPCA-15 foram coletados no período de 12 de novembro a 10 de dezembro e comparados com os preços de 14 de outubro a 11 de novembro. Em 2004, o IPCA-15 acumula alta de 7,54%

Agencia Estado,

21 de dezembro de 2004 | 09h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.