Inflação na zona do euro bate recorde a 3,3% em fevereiro

A inflação na zona do euro bateu novorecorde a 3,3 por cento em fevereiro, informou o escritório deestatísticas da União Européia, com os preços do petróleo emalta pressionando a economia apesar da força do euro. O Eurostat revisou para cima o número da estimativaanterior de 3,2 por cento para a inflação na região formadapelas 15 nações que usam o euro como moeda, definindo novorecorde. Economistas consultados pela Reuters esperavam que a taxapermanecesse inalterada em relação aos 3,2 por cento. Comparado com janeiro, os preços subiram 0,3 por cento,informou o Eurostat em comunicado, em linha com as previsões deanalistas. Os preços da energia saltaram 10,4 por cento em fevereirona comparação com o mesmo mês de 2007. Os componentes alimentose transportes, ambos sensíveis aos preços do petróleo, subiram5,8 e 5,4 por cento respectivamente. Sem os custos voláteis de alimentos e energia, os preçosaumentaram 2,4 por cento ano a ano e 0,5 por cento mês a mês. O Banco Central Europeu quer manter a inflação anual poucoabaixo de 2 por cento. A instituição manteve a taxa de jurosinalterada em 4 por cento por causa de sinais de redução naatividade econômica, o que poderia diminuir a pressão sobre ospreços mais ao longo do ano. Em toda a União Européia, a inflação em fevereiro foi de3,4 por cento ano contra ano e de 0,4 por cento mês a mês. (Por William Schomberg)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.