Inflação na zona do euro tem a maior alta desde outubro de 2008

Índice de preços ao consumidor registrou avanço de 2,4% em janeiro ante janeiro de 2010, acima da meta do BCE

Danielle Chaves, da Agência Estado,

31 de janeiro de 2011 | 08h56

A inflação na zona do euro se acelerou para o ritmo mais rápido em 27 meses em janeiro, aumentando a pressão sobre o Banco Central Europeu (BCE) antes da reunião de política monetária marcada para esta semana. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos 17 países que formam o bloco monetário subiu 2,4% em comparação com janeiro do ano passado, segundo dados preliminares da Eurostat.

A alta, que veio em linha com o esperado pelos economistas, ficou acima da meta do BCE que é de pouco menos de 2% em um horizonte de médio prazo. Em dezembro o CPI já havia superado a meta, com alta anual de 2,2%. A inflação de janeiro foi a maior desde outubro de 2008, quando atingiu 3,2%.

Apesar de a inflação estar subindo além da meta, o BCE não deverá elevar as taxas de juros na reunião desta semana em razão das contínuas preocupações com a economia da zona do euro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BCEinflaçãozona do eurojuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.