Inflação na zona do euro tem a menor alta desde 2006

Índice de Preços ao Consumidor sobe 1,6%, abaixo da meta do Banco Central Europeu pela 1ª vez desde 2007

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

15 de janeiro de 2009 | 08h31

A taxa de inflação na zona do euro em dezembro ficou abaixo da meta do Banco Central Europeu (BCE) pela primeira vez desde agosto de 2007, reforçando as expectativas de um corte de juro na reunião do banco central nesta quinta-feira, 15. Dados finais divulgados pela agência de estatísticas Eurostat mostraram que o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 1,6% em dezembro ante dezembro do ano anterior, abaixo da alta de 2,1% registrada em novembro. Trata-se do menor aumento desde outubro de 2006. Veja também:   De olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  Em relação a novembro, o CPI caiu 0,1%, após ter declinado 0,5% no mês anterior. Os dados ficaram em linha com os números preliminares divulgados na semana passada e com a estimativa de economistas. O BCE tem como meta uma inflação pouco abaixo de 2% no médio prazo. A alta do núcleo da inflação, que exclui energia, alimentos, álcool e tabaco, desacelerou para 1,8% em dezembro ante dezembro de 2007, de 1,9% em novembro. Entre os países da União Europeia, as menores taxas anuais de inflação foram registradas em Luxemburgo, Portugal e Alemanha. As mais altas foram na Letônia, Lituânia e Estônia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.