Inflação para consumidor nos EUA tem a maior alta em 4 anos

O índice de preços ao consumidor nos Estados Unidos subiu 3,3% em 2004, o que correspondeu ao maior aumento em quatro anos, de acordo com dados do Departamento do Trabalho. As autoridades do Federal Reserve têm atribuído a alta especialmente ao aumento dos preços do petróleo nos primeiros dez meses do ano. Mas o núcleo do CPI, que expurga a variação de energia e alimentos, subiu 2,2%, a maior alta desde 2001.A diretora do Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos), Susan Bies, disse que a autoridade monetária continuará elevando gradualmente os juros à medida que a inflação vai ficando sob controle. "Com a expectativa de moderação da inflação subjacente, o Federal Reserve poderá continuar removendo sua política acomodatícia a um ritmo comedido", disse. Segundo ela, os índices de inflação ao consumidor subiram mais rápido do que há um ano, impulsionados pelos preços mais altos de energia.A diretora destacou ainda que a economia dos EUA deverá expandir a "ritmo sólido" este ano, porque as condições financeiras ainda estão acomodatícias. O crescimento no quarto trimestre parece ter continuado "sólido", mas "a ampliação de nosso déficit comercial foi decepcionante", disse. Os mercados de trabalho continuam melhorando gradualmente e os gastos dos consumidores parecem ter sido "robustos" durante o período de festas do final do ano. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.