Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Inflação pelo IPC-S sobe 0,49% em São Paulo

A inflação na cidade de São Paulo acelerou, no âmbito do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S). Segundo informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os preços na cidade subiram 0,49% no indicador de até 22 de agosto, ante a alta de 0,34% do IPC-S anterior, de até o último dia 15.A fundação anunciou também os resultados regionais de inflação das sete capitais usadas para cálculo do índice - sendo que, das sete cidades, três apresentaram aceleração de preços, na passagem do IPC-S de até 15 de agosto para o índice de até o dia 22.Além de São Paulo, as capitais que apresentaram elevação de preços mais intensa, no período, foram Brasília (de 0,55% para 0,68%) e Recife (de 0,39% para 0,52%). As outras cidades apresentaram desaceleração de preços. É o caso de Belo Horizonte (de 0,30% para 0,25%); Porto Alegre (de 0,32% para 0,13%); Rio de Janeiro (de 0,59% para 0,49%); e Salvador (de 0,53% para 0,34%).Ontem, a FGV anunciou a taxa completa do IPC-S de até 22 de agosto, que subiu 0,42%. O município de São Paulo é o de maior peso no cálculo do índice.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

24 de agosto de 2007 | 08h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.