finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Inflação pelo IPCA-15 recua por combustíveis e energia

A inflação pelo Índice de Preços aoConsumidor Amplo-15 (IPCA-15) desacelerou e ficou abaixo doesperado em julho, devido a menores custos de energia elétricae combustíveis. O indicador subiu 0,24 por cento em julho, ante avanço de0,29 por cento em junho, informou o Instituto Brasileiro deGeografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira. Analistasconsultados pela Reuters esperavam uma alta de 0,26 por centopara o índice. Os preços de energia elétrica declinaram 1,19 por cento,sendo a principal contribuição negativa do mês, de 0,04 pontopercentual. Os combustíveis recuaram 0,84 por cento,contribuindo com também -0,04 ponto percentual para o índice. A tarifa de energia elétrica foi reduzida em São Paulo,região com mais peso no IPCA-15. O álcool combustível vemapresentando queda de preços devido à boa safra dacana-de-açúcar, impactando também a gasolina. Por outro lado, o grupo Alimentação e bebidas continuoupressionando fortemente a inflação, com alta de 1 por cento emjulho e contribuição de 0,21 ponto percentual, sendoresponsável por 88 por cento do índice. A principal alta entre os alimentos veio de leite ederivados, de 9,25 por cento. Foi a maior contribuição positivado mês, de 0,19 ponto. Nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 3,71 porcento. No ano, o avanço é de 2,42 por cento. O IPCA-15 é tido como uma prévia do IPCA, o índice queserve de referência para a meta de inflação do governo. Ametodologia de cálculo é a mesma, apurando a variação de preçospara famílias com renda de até 40 salários mínimos em 11regiões metropolitanas do país. A diferença está no período de coleta, já que o IPCA mede omês calendário, enquanto o IPCA-15 colhe os preços do dia 15 domês anterior a 15 do mês de referência.

REUTERS

25 de julho de 2007 | 09h44

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSIBGEIPCAQUINZE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.