Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Inflação pelo IPCA-15 surpreende ao desacelerar a 0,18%

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) surpreendeu em outubro ao mostrar ligeira desaceleração, refletindo em parte uma queda nos custos de alimentos.

REUTERS

23 de outubro de 2009 | 09h18

O indicador teve alta de 0,18 por cento neste mês, ante avanço de 0,19 por cento em setembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

A mediana e a média das previsões de 20 analistas apontaram uma taxa de 0,28 por cento para este mês. Os prognósticos para outubro oscilaram de 0,18 a 0,35 por cento.

Os preços do grupo Alimentação e bebidas teve queda de 0,25 por cento, refletindo principalmente a baixa do leite pasteurizado, de 7,29 por cento.

No ano, o IPCA-15 acumulou alta de 3,34 por cento. Em 12 meses, a elevação é de 4,14 por cento.

O IPCA-15 é tido como uma prévia do IPCA, o índice que serve de referência para a meta de inflação do país.

A metodologia de cálculo é a mesma, apurando a variação de preços para famílias com renda de até 40 salários mínimos em 11 regiões metropolitanas do país. A diferença está no período de coleta, já que o IPCA mede o mês calendário.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

Tudo o que sabemos sobre:
IBGEIPCAQUINZE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.