Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Inflação registra queda de 0,60% em agosto, informa FGV

Preços dos produtos agrícolas no atacado caíram 2,44%; produtos industriais recuaram 0,57%

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

18 de agosto de 2009 | 09h22

O IGP-10 voltou a mostrar deflação em agosto. O índice teve queda de 0,60% esse mês, quase o dobro da queda registrada em julho (-0,35%). A redução mais expressiva foi verificada nos produtos agrícolas, que caíram 2,44% e ajudaram a baixar o patamar do IGP-DI. As informações foram divulgada nesta terça-feira, 18, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que calcula o índice inflacionário. O resultado, anunciado nesta terça-feira, ficou dentro das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo AE-Projeções, que esperavam uma queda entre 0,79% e 0,50%, e foi muito próximo à mediana das expectativas (-0,61%).

 

Entenda os índices 

 

No caso dos três indicadores que compõem ao IGP-10 de agosto, o IPA-10 caiu 1,04%, em comparação com a queda de 0,68% em julho. Por sua vez, o IPC-10 teve avanço de 0,26% em agosto após subir 0,21% em julho. Já o INCC-10 teve alta de 0,22% em agosto, em comparação com a elevação de 0,48% em julho. Até agosto, o IGP-10 acumula quedas de 2,13% no ano e de 1,04% em 12 meses. O período de coleta de preços para o IGP-10 desse mês foi do dia 11 de julho a 10 de agosto.

 

Preços dos produtos agrícolas caem 2,44%

Os preços dos produtos agrícolas no atacado caíram 2,44% em agosto, após registrarem deflação de 0,69% em julho, no âmbito do IGP-10. A FGV informou ainda que os preços dos produtos industriais no atacado tiveram taxa negativa de 0,57% esse mês, em comparação com o recuo de 0,67% apurado em julho.

 

Dentro do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), que permite visualizar a transmissão de preços ao longo da cadeia produtiva, os preços dos bens finais caíram 0,77% em agosto, após apresentarem deflação de 0,17% em julho. Por sua vez, os preços dos bens intermediários tiveram recuo de 0,05% em agosto, em comparação com a deflação de 1,19% em julho. Já os preços das matérias primas brutas caíram 3,03% em agosto, em comparação com a queda de 0,54% observada em julho.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoIGP-10agosto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.