Inflação sobe 0,47% na capital paulista em novembro

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) fechou o mês de novembro com alta de 0,47% na capital paulista, informou hoje a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O índice apresentou alta expressiva ante as taxas de outubro (0,08%) e da terceira quadrissemana de novembro (0,19%), e superou com folga as expectativas dos analistas consultados pela Agência Estado, que iam de 0,25% a 0,35%.O grupo Alimentação registrou alta de 1,75%, acima da terceira prévia de novembro (1,05%) e do índice fechado de outubro (0,24%). Saúde subiu 0,63% em novembro, acima da terceira quadrissemana (0,68%) e do resultado de outubro (0,46%). O segmento Transportes ficou em 0,50%, também acima da terceira quadrissemana (0,30%) e da taxa de outubro (0,05%). No grupo Vestuário, a alta foi de 0,55%, superior à terceira apuração (0,29%) e à taxa de outubro (-0,35%). Habitação registrou deflação de 0,15%, menor que a taxa negativa da terceira prévia (0,32%), porém maior que a de outubro (- 0,03%). Em Despesas Pessoais houve deflação de 0,25% em novembro ante deflação de 0,42% na terceira quadrissemana e alta de 0,12% no mês retrasado. Praticamente estável, Educação apresentou taxas de 0,03% em novembro, de 0,05% na terceira apuração do mês e de 0,02% em outubro. Veja como ficaram os grupos que compõem o IPC:Habitação: -0,15%Alimentação: 1,75%Transportes: 0,50%Despesas Pessoais: -0,25%Saúde: 0,63%Vestuário: 0,55%Educação: 0,03%Índice Geral: 0,47%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.