Informações sobre operação Pão de Açúcar são insuficientes

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) considerou insuficientes as informações divulgadas hoje sobre o aumento da participação do grupo francês Casino no Pão de Açúcar. O órgão exigiu mais esclarecimentos sobre a operação. A área técnica da autarquia avaliou que nos comunicados encaminhados ao mercado financeiro faltaram informações sobre a natureza da transação. Além disso, houve assimetria entre os dados divulgados no Brasil e no exterior. Com base nesses documentos, a CVM pretende avaliar se houve troca no controle acionário, o que exigiria a realização de uma oferta pública aos acionistas minoritários detentores de ações ordinárias (ON, com direito a voto). Trata-se de um direito conhecido no mercado como "tag along", que permite aos minoritários vender seus papéis pelo mesmo preço pago aos controladores da empresa.

Agencia Estado,

04 Maio 2005 | 17h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.