Infraero alerta Varig sobre atraso na fusão com a TAM

O presidente da Infraero, Carlos Wilson, disse hoje, após audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que os representantes da Fundação Rubem Berta, controladora da Varig, comprometem o futuro da companhia ao se opor à fusão da empresa com a TAM. "Essa protelação pode comprometer o emprego de 15 mil trabalhadores", afirmou Wilson. "Falta bom senso àqueles que quebraram a Varig".Segundo Wilson, as dívidas das companhias de aviação comercial com a Infraero já chegam a R$ 1,2 bilhão. Na avaliação dele, quanto mais tempo se perde na decisão relativa à fusão Varig-TAM, mais se complica a situação da empresa gaúcha. Ele disse esperar que essa decisão saia rapidamente e elogiou a atuação do ministro da Defesa, José Viegas, nas negociações.Wilson afirmou que no encontro com Lula o assunto não foi discutido. Ele entregou ao ministro a Segurança Alimentar, José Graziano, que também participou da audiência, um cheque de R$ 327 mil, oferecido pelos funcionários da Infraero ao Fome Zero.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.