Infraero espera que greve não atrase aeroporto no CE

Em nota divulgada nesta segunda-feira, 08, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou esperar que a paralisação dos trabalhadores que atuam na reforma do Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza (CE), não atrapalhe o cronograma da ampliação prevista para a Copa do Mundo de 2014. Segundo a empresa, 19% das obras estão concluídas.

LAURIBERTO BRAGA, Agencia Estado

08 de julho de 2013 | 18h41

Nesta segunda-feira, os mais de 500 operários resolveram entrar novamente em greve, dois meses depois de uma paralisação que durou 45 dias. Eles cobram o cumprimento do acordo feito na ocasião com a construtora Life, quando conseguiram reajuste de 11% e aumento da cesta básica de R$ 60,00 para R$ 180,00. A Infraero informou que acompanha a greve e cobra da construtora o fim da paralisação.

Tudo o que sabemos sobre:
AeroportosPinto MartinsgreveInfraero

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.