portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

Infraero sai de prejuízo para lucro de R$ 154 mi em 2008

A Infraero, estatal responsável pela administração dos aeroportos brasileiros, teve lucro líquido de R$ 154,046 milhões em 2008, ante o prejuízo de R$ 76,28 milhões registrado em 2007.

CESAR BIANCONI, Agencia Estado

13 de março de 2009 | 08h52

Em todo o ano passado, a receita líquida da estatal subiu para R$ 2,4 bilhões, ante R$ 2,145 bilhões. O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) cresceu 15,5% entre os dois anos, para R$ 586 milhões.

Na semana passada, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) um aviso de licitação para a contratação de uma consultoria que fará os estudos necessários para transformar a Infraero em companhia aberta, possibilitando a captação de recursos no mercado de capitais. As consultorias interessadas deverão apresentar as propostas técnicas e de preços em 30 de abril.

De acordo com o presidente da Infraero, brigadeiro Cleonilson Nicácio, não há dentro do governo a intenção de privatizar a Infraero. Em entrevista na última semana, contudo, ele admitiu que, "para o futuro", não se descarta a ideia de o governo manter 49% das ações da empresa. Ele destacou que o objetivo da abertura do capital, neste momento, é levantar recursos no mercado que permitam a ampliação dos investimentos em infraestrutura aeroportuária nacional e, em breve, liberar a Infraero para disputar a gestão de aeroportos em outros países.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportosInfraero

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.