Infraero: Varig cancelou 68% de seus vôos programados

Os cancelamos de vôos internacionais e domésticos da Varig atingiram, nesta segunda-feira, a marca de 68%, segundo informações da Infraero, empresa estatal que administra os aeroportos brasileiros. De zero hora até às 17h, de acordo com as estatísticas recolhidas pela Infraero nos 66 aeroportos do País, foram cancelados 136 vôos de um total de 200 programados para este mesmo período.Do total de cancelados, 124 deles eram vôos nacionais e 12, internacionais. A orientação geral é que as companhias aéreas concorrentes da Varig atendam os passageiros de vôos cancelados da Varig ocupando assentos disponíveis em suas aeronaves. TAM e Gol anunciaram que estão colocando mais vôos extras para conseguir atender a demanda. Gradualmente, essa demanda tem aumentado nos últimos dias à medida em que se aproxima a alta temporada que são as férias de julho.A diretoria da Infraero, por meio da assessoria, confirmou que deverá exigir da companhia aérea, a partir da zero hora, o pagamento à vista e antes de cada vôo, das tarifas de embarques recolhidas dos passageiros. A Infraero afirma que já comunicou à direção da Varig essa decisão. Desde abril, a empresa deve à estatal cerca de R$ 32 milhões em tarifas pagas pelos usuários, o que é um crime de apropriação indébita de recursos públicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.