finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

ING Barings eleva recomendação para Bradesco

O ING Barings anunciou em Nova York que elevou sua recomendação sobre as ações do Bradesco de manutenção para compra. O preço-alvo do ING Barings para as ações do Bradesco nos próximos 12 meses é de R$ 17,00. De acordo com o banco, o ajuste na recomendação resulta de uma reavaliação dos serviços financeiros do Bradesco, que não eram levados em conta numa análise pura de suas ações. O cálculo do valor do grupo Bradesco pela soma de suas partes indica que as subsidiárias não-bancárias valem US$ 4,7 bilhões, ou cerca de 50% do valor de capitalização de mercado de todo o grupo. "Tendo em vista o tamanho da franquia do Bradesco na área bancária e sua posição de liderança no mercado, nós não acreditamos que o valor implícito do banco propriamente dito reflita de maneira correta o valor dessa franquia", escreveu o analista Paul Warme. "Nossa conclusão é a de que, por causa de padrões contábeis pobres e da falta generalizada de compreensão sobre o escopo e a escala das atividades não-bancárias do Bradesco, o mercado não deu ao Bradesco todo o crédito pelo valor de seus negócios combinados", prossegue o relatório. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.