Ingleses levam drive-thru para o supermercado

Cliente compra pela internet e depois vai à loja para retirar mercadoria, sem sair do carro

Julia Kollewe THE GUARDIAN LONDRES, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2010 | 00h00

Passado. Em teste na rede britânica, sistema tenta diminuir tradicional compra com carrinho

 

 

 

 

 

O primeiro supermercado drive-thru na Grã-Bretanha estará sendo lançado pela Tesco esta semana. Mas os motoristas não ficarão guiando seus carros pelos corredores.

O serviço, que está sendo testado numa loja Testo Extra em Baldock, Hertfordshire, permite que os clientes comprem os produtos desejados online e os retirem no supermercado sem sair de seus carros.

Os atendentes colocarão as compras no porta-malas do veículo. Se funcionar, o conceito poderá ser expandido para todo o país e visa a clientes que querem a conveniência das compras online, mas não têm tempo para esperar em casa pela entrega dos produtos.

Para Laura Wade-Gery, diretora executiva da Tesco.com e da Tesco Direct, "a medida será especialmente popular para mães atarefadas que precisam cuidar dos filhos e levá-los à escola".

Falta de tempo. "O supermercado drive-thru também parece uma solução para pais que querem evitar o desafio de fazer compras numa loja movimentada carregando crianças a tiracolo, mas não dispõem de tempo para esperar as compras serem entregues em suas portas", completa Laura.

Os consumidores online escolhem a opção "clicar e retirar" e reservam um intervalo de duas horas para retirar os produtos comprados.

Um custo fixo de 2 libras (cerca de R$ 5,50) será cobrado dos clientes, dando lugar à escala móvel de taxas para a entrega em domicílio, que começa em 3 libras (cerca de R$ 8).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.