Inmetro quer norma contra maquiagem de preço

O Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) deverá encaminhar na próxima semana à Secretaria de Direito Econômico (SDE), do Ministério da Justiça, uma minuta de regulamento técnico. Esse documento obrigaria as empresas a informar previamente os consumidores das alterações de pesos e quantidades nas embalagens antes do relançamento de seus produtos. Esta iniciativa, de acordo com o presidente do Inmetro Armando Mariante, pretende evitar que os fabricantes utilizem a maquiagem de produtos para a alta de preços, o que ganhou destaque com as recentes denúncias contra a indústria alimentícia, de remédios e de higiene e limpeza (ver detalhes nos links abaixo). Ou seja, evitaria a criação de novas embalagens com pesos menores sem correspondente redução de preços.Para que esta nova medida entre em vigor é preciso que a SDE analise o documento e, depois disso, ainda haverá uma reunião entre o Instituto, o governo, as entidades de defesa do consumidor e os órgãos produtores. Segundo Mariante, falta definir de que forma as empresas iriam comunicar as alterações em seus produtos. "Nesta reunião, iremos discutir a maneira mais eficaz de divulgação, sem onerar os fabricantes significativamente."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.