finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Inmetro tem condições de fiscalizar importados, diz governo

Segundo secretário do Ministério do Desenvolvimento, Instituto está verificando problema com Mattel

Adriana Fernandes, da Agência Estado,

16 de agosto de 2007 | 17h15

O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho, afirmou nesta quinta-feira, 16, que o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) tem condições de fiscalizar a qualidade dos produtos importados, mesmo com o aumento das compras externas do Brasil.  Veja também:Saiba o que fazer se seu brinquedo é alvo do recall da Mattel Segundo Ramalho, o Inmetro, "certamente", já está verificando o problema de segurança com os brinquedos da Mattel, que está retirando mais de 2 milhões de peças vendidas no mercado mundial e 850 mil no Brasil. Os brinquedos estão sendo recolhidos por possuírem peças - como ímãs que se soltam - que ameaçam a segurança e a saúde das crianças. Falando do aumento das importações em geral, Ramalho afirmou: "O Inmetro está com um programa de ampliação do seu quadro de pessoal, e acreditamos que ele vai estar, sim, em condições de acompanhar também as exigências que devem ser feitas para os produtos importados." Questionado se os problemas com os brinquedos da Mattel, fabricados na China, não põem em xeque a competência do Inmetro, o secretário respondeu: "Este é um caso que eu não conheço com profundidade. Não poderia dizer isso".

Tudo o que sabemos sobre:
MattelInmetro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.