Inovação em serviços e no uso de redes sociais

Campanhas para Natura, Sky e Terra concorrem ao 'Innovation Lions', nova categoria em Cannes

FERNANDO SCHELLER , O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2013 | 02h08

O Brasil está bem posicionado na Innovation Lions, categoria que estreia este ano no Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, evento que tem o Estado como representante oficial no País. A sexagésima edição do festival começou ontem.

O Brasil tem três peças entre as 25 selecionadas para o 'shortlist' de inovação, atrás apenas dos Estados Unidos e do Reino Unido, com quatro trabalhos cada um. Ao todo, foram avaliados pelo júri 270 inscrições, de 40 países.

As inovações de agências brasileiras que concorrem aos Leões em Cannes se concentram em dois campos: a prestação de serviço e o uso de redes sociais, seja para a concretização da ideia ou a maximização de resultados. Duas delas foram produzidas por agências digitais - ID e Click Isobar - e outra por uma empresa tradicional, a DM9DDB, do Grupo ABC.

Inovações. A criação da DM9 permite a privacidade no acesso à internet em locais públicos. A inovação foi testada na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo. A campanha do portal Terra instalou computadores adaptados para que só o usuário consiga ver o conteúdo acessado. Para obter o resultado, a agência removeu uma película das telas de LCD, deixando as telas dos PCs, a olho nu, brancas. No entanto, ao sentar diante do computador, o usuário recebia óculos especiais, feitos do mesmo material da película retirada, conseguindo uma visão privada da tela, mesmo em um espaço público, como uma lan house.

Já a Sky incorporou o Twitter ao serviço que oferece aos clientes. A agência Click Isobar criou o #skyrec - hashtag que funciona como botão de gravação. Ao se cadastrar no site da operadora de TV por assinatura, o cliente pode informar sua conta no Twitter.

Ao seguir a Sky no microblog, bastava o cliente 'retweetar' uma dica de programação da companhia acompanhada da hashtag para que a atração começasse, automaticamente, a ser gravada no equipamento de sua casa, para o cliente assisti-lo conforme sua conveniência.

A ação da Natura - o espelho de maquiagem virtual - foi instalado no banheiro de um único restaurante de São Paulo, o IC Bistrô. Ali, a mulher podia simular, como se estivesse no espelho de casa. Bastava fazer o movimento sobre os lábios, por exemplo, para que o simulador mostrasse como determinada cor ficaria em seus lábios.

Para "espalhar" a ação, pensada para divulgar a coleção outono-inverno 2012 da linha Natura Una, a experiência foi captada em vídeo e postada no YouTube, recebendo mais de 1,1 milhão de visualizações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.