Inpe também alerta para racionamento de energia

A falta de chuvas durante o verão nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste do País preocupa os pesquisadores do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe). Numa avaliação feita ontem, foi detectado que a situação de estiagem é a pior dos últimos quatro anos, e a energia armazenada em reservatórios é a menor também no mesmo período."Estamos operando com apenas 30% da capacidade, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Se continuar dessa forma, sem chuva, haverá racionamento?, alerta o pesquisador Marcelo Enrique Seluchi, chefe de operações do Cptec/Inpe, referindo-se ao Operador Nacional do Sistema Elétrico. Segundo Seluchi, a estação chuvosa está muito fraca. Em dezembro, por exemplo, choveu, em média, cerca de cem milímetros a menos nas regiões de São Paulo, onde está a nascente do Rio Paraná, Minas Gerais - onde está a nascente do Rio São Francisco - e no Rio de Janeiro. A média de chuva dos últimos 30 anos para dezembro é de 250 milímetros por metro quadrado. Se dezembro foi ruim, a previsão para janeiro não é das melhores. "Nos primeiros oito dias, já vemos que está deficiente. Choveu menos do que deveria. Cerca de 60% menos em Minas e 40% menos em São Paulo e Mato Grosso do Sul.? De acordo com o especialista, o problema já se arrasta desde o ano passado. Em 2007, a estação chuvosa terminou mais cedo, em fevereiro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.