Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

INSS: benefícios pela Internet e pelo correio

Mesmo com a greve dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), existem benefícios que podem ser obtidos por meio da Internet ou do correio. São eles: a pensão por morte, o salário-maternidade e o auxílio-doença. Para isso, o interessado deverá acessar a página da Previdência (veja link abaixo).A segurada que requerer o salário-maternidade pela Internet terá o benefício concedido por uma agência virtual, em Brasília, que está funcionando normalmente. Para isso, na página da Previdência, ela deverá clicar no item "salário-maternidade" e preencher o formulário eletrônico. Se os dados estiverem corretos, aparecerá o resumo da concessão do benefício, com o valor calculado. Depois, devem ser enviados para a agência virtual, pelo correio, o formulário e os documentos necessários.No caso da pensão, o item a ser clicado é "requerimento de pensão por morte precedida de benefício" e, do auxílio doença, "requerimento de auxílio- doença".DocumentosPara o salário- maternidade, é necessário enviar atestado médico original comprovando o 8º mês de gestação ou xerox autenticada da certidão de nascimento da criança. Além disso, xerox simples dos seguintes documentos: carteira de trabalho (identificação e último vínculo); comprovante de residência; CIC; RG; PIS-Pasep (se empregado); últimas três folhas do carnê de contribuição, se doméstica ou autônoma; relação dos últimos 12 salários, se trabalha em empresa. Também é necessário enviar número de telefone para contato e, no envelope, escrever: requerimento de salário-maternidade.Para a pensão de segurado aposentado ou contribuinte individual (autônomo), é exigida xerox com autenticação dos seguintes documentos: certidão de óbito; certidão de casamento; certidão de nascimento dos filhos menores (se houver). Para os demais documentos, basta a cópia simples: carteira de trabalho (identificação e vínculos); relação de salários desde julho de 1994 até hoje (se empregado); comprovante de residência; PIS-Pasep; CIC; RG; e últimas três folhas do carnê (se contribuinte individual). É preciso enviar número de telefone para contato e, no envelope, anotar: requerimento de pensão.Para o auxílio-doença, são necessários os seguintes documentos originais: requerimento do benefício, preenchido pela empresa e com data do último dia de trabalho; relação de salários desde julho de 1994; atestado médico; e comunicação do acidente, quando for acidente de trabalho, assinada pelo médico de atendimento. Além disso, xerox simples dos seguintes documentos: carteira de trabalho (identificação e último vínculo); comprovante de residência; CIC; RG; e PIS-Pasep. Também deve ser anotado telefone para contato e, no envelope, escrever: requerimento de auxílio-doença.O endereço da agência é: SAS, Quadra 1, Bloco E/F, 1.º andar, Dataprev, CEP 70000-000, Brasília, DF.Recolhimento - Vence hoje o prazo para que autônomos, empresários, empregadas domésticas, donas de casa, estudantes e demais pessoas inscritas no INSS paguem a contribuição de setembro à Previdência Social. Esse prazo também vale para quem ganha o salário mínimo (R$ 180,00) e optou pelo recolhimento trimestral. As empregadas domésticas recolhem pelas mesmas faixas salariais e alíquotas dos assalariados.Os autônomos recolhem de acordo com o tempo de inscrição e classe de contribuição para a Previdência Social. Quem se inscreveu até 28/11/99 e contribui sobre a classe 1 até a classe 5 poderá recolher sobre qualquer valor entre R$ 180,00 e R$ 715,00. Os demais segurados inscritos até essa data deverão fazer o recolhimento conforme sua classe de contribuição. O segurado que está inscrito desde 29/11/99 pode fazer o pagamento sobre qualquer valor entre R$ 180,00 e R$ 1.430,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.