INSS descontará de benefícios reembolso indevido da CPMF

Desconto médio de R$ 2 será feito em julho;em janeiro, 20,4 mi receberam a compensação do tributo extinto

da Redação,

24 de junho de 2008 | 20h24

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que vai descontar no pagamento de julho os valores que eram depositados a mais nos benefícios para compensar a CPMF, cuja alíquota era de 0.38%. Durante a vigência do tributo, o INSS acrescentava no pagamento o valor equivalente ao porcentual que seria cobrado no saque do benefício. A isenção valia para quem recebia até dez salários mínimos.     Veja também: A CPMF, da origem ao fim O tributo foi extinto no fim do ano, mas a folha de pagamentos dos benefícios de dezembro já havia sido rodada, explica o INSS. Com isso, alguns benefícios tiveram o acréscimo da compensação da CPMF pago indevidamente. Quando receberam o pagamento, em janeiro de 2008, a CPMF já não era cobrada. O INSS vai descontar na folha de julho os valores pagos a mais para 20,4 milhões de pessoas. O valor médio por benefício é de R$ 2,18. No total, serão descontados R$ 44.746.300,27. Uma pessoa que recebia R$ 1 mil em dezembro, por exemplo, terá de devolver ao INSS R$ 3,80. Os beneficiários que receberam em dezembro de 2007 - benefícios de até um salário mínimo, com finais de um a cinco - não terão que devolver nada, pois ao sacar o benefício ainda tiveram o desconto da CPMF.

Tudo o que sabemos sobre:
INSSCPMF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.