Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Marcello Casal Jr./Agência Brasil

INSS prorroga prazo para perícia médica por teleavaliação

Serviço remoto junto às prefeituras que participam de projeto piloto será realizado até 30 de junho

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de junho de 2022 | 15h03

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou, até 30 de junho, a vigência para a realização de perícias médicas por meio de teleavaliações. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 3.

A chamada “experiência-piloto” foi instituída por portaria publicada em 13 de janeiro, com validade de 90 dias, em cumprimento à decisão do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Bruno Dantas. 

No dia 28 de janeiro, nova portaria determinou que a medida seria realizada junto às prefeituras que têm acordo de cooperação técnica com o INSS.  

O documento também estabeleceu as competências atribuídas à Subsecretaria da Perícia Médica Federal (SPMF). Entre elas, a de prestar o apoio técnico às prefeituras participantes do piloto, e a de dar apoio técnico às entidades participantes do piloto no manuseio do sistema disponibilizado para a realização da perícia médica. 

Desde a primeira portaria, o presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP), Luiz Carlos Argolo, criticou a nova modalidade de perícia médica. “Vale reiterar que se trata de medida flagrantemente atécnica e antiética, que já conta com diversos pareceres contrários pelos órgãos responsáveis”, disse nesta sexta-feira. /Com Agência Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.