finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

INSS: segurados de SP fornecem mais dados errados

Mais de 17% dos segurados fornecem dados errados ao agendar atendimento na Central 135 do serviço de Previdência Social. Das 329.538 ligações de confirmação de agendamento, feitas pelos atendentes número entre 18 de junho e ontem, 58.747 (17,82%) não foram localizados - nem o telefone nem o nome do segurado eram corretos. Os segurados do Estado de São Paulo, justamente onde o tempo de espera por agenda é quase duas vezes maior que a média nacional - 49 dias - estão entre os que mais fornecem dados incorretos - 26,78%. Em seguida, estão os segurados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, com 25,91%. Na seqüência, estão os dos Estados do Nordeste, com 17,92%, os dos Estados do Sul (16,29%) e os do Norte e Centro-Oeste (13,07%). Desde que os atendentes do 135 começaram a retornar às ligações, foram confirmadas 115.305 agendas (35% do total) e canceladas apenas 5.868 (1,8% do total), a maioria porque os segurados ainda não dispunham de todos os documentos necessários para a efetivação do requerimento que fariam na agência da Previdência Social. O INSS estuda medidas para resolver os problemas provocados por informações incorretas na agenda eletrônica.

AE, Agencia Estado

22 de novembro de 2007 | 09h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.