Instituto alemão prevê maior crescimento mundial em 2006

O Instituto Ifo para Pesquisa Econômica, da Alemanha, prevê que o crescimento econômico mundial, que neste ano foi de 4,3%, deverá se acelerar ligeiramente em 2006. O índice Clima Econômico elaborado pela entidade permanece acima de sua média de longo prazo e sinaliza uma alta no quarto trimestre deste ano."A expansão da economia mundial será mais abrangente", disse o Ifo. "Nos Estados Unidos, o PIB vai crescer num ritmo ligeiramente menor, mas as economias do Japão e da China vão continuar uma forte expansão." A Europa deverá registrar uma clara aceleração econômica. O PIB na área do euro, que se expandiu 1,4% em 2005, deverá crescer 2% no próximo ano.O Instituto observou que esse cenário baseia-se na tese que os preços das commodities, especialmente do petróleo, vão permanecer em níveis elevados e que não haverá impacto sobre os aumentos salariais. "Isso resultará numa pequena queda na taxa inflacionária, com menos pressão restritiva sobre as políticas monetárias dos bancos centrais, embora as taxas de juros poderão subir um pouco na esteira de uma maior recuperação econômica", disse.Segundo o Ifo, a economia alemã está vivendo uma recuperação econômica, sinalizando uma recuperação no próximo ano. Em 2005, o PIB alemão se expandiu em no máximo 0,9%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.