Intelig apresenta tabela com preços reduzidos

A partir de hoje, os preços das chamadas internacionais pela Intelig são até 34% mais baixos do que os praticados em julho. A tabela antiga foi feita antes da guerra entre essa empresa e a Embratel, batalha que reduziu os preços a R$ 0,06 por minuto (sem impostos). A maior redução vale para as ligações para os países da África, Ásia, Oceania e Pacífico. "Em comparação com a concorrente nacional, uma chamada pode sair até 33% mais barata pelo código 23", informa a Intelig em nota à imprensa.Chamadas para os Estados Unidos, Portugal, França ou Alemanha, por exemplo, estão 7% mais baratas em relação à tabela anterior. Para o Japão, o preço foi reduzido em 12%. "Não poderíamos nunca voltar ao mesmo patamar que antes. Temos que beneficiar as pessoas que ligaram pelo 23 e que tornaram nossa promoção um sucesso", explica o diretor de mercado residencial e de pequenas e médias empresas da Intelig, Kleber Meira.Em entrevista à Agência Estado na semana passada, o vice-presidente de marketing e vendas da Embratel, Eduardo Levy, assegurou que não daria continuidade à guerra de preços, a menos que a Intelig mantivesse a estratégia. "Mas acompanharemos o movimento da concorrente", disse.Por enquanto, a ação da Embratel se resume à redução das tarifas para os planos alternativos de telefonia internacional, anunciados na quinta-feira. Os clientes cadastrados nos planos Ligue DDI 21, Passaporte 21, Todo Mundo 21 e VipPhone passam, a partir de hoje, a ter descontos entre 3% e 5% em relação aos valores de julho.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2001 | 13h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.