Intenção de consumo do paulistano tem leve queda em agosto ante julho

Índice caiu 0,2%, na passagem de julho para agosto, passando 142,3 pontos para 142 pontos, segundo pesquisa Intenção de Consumo das Famílias

Mônica Reolom, especial para a Agência Estado,

21 de setembro de 2012 | 17h53

SÃO PAULO - A intenção do paulistano de ir às compras registrou ligeiro recuo, de 0,2%, na passagem de julho para agosto, passando de 142,3 pontos para 142 pontos. É o que mostra a pesquisa Intenção de Consumo das Famílias (IFC), apurada pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (FecomercioSP), onde pontuações abaixo de 100 indicam insatisfação e acima disso aponta propensão o para o consumo. Já na comparação com agosto de 2011, o indicador apontou um aumento de 1,9% na região.

A pequena redução no indicador em agosto perante julho é explicada pela piora das expectativas em relação aos itens "situação do emprego atual" (-2,1%) e "perspectiva de crescimento profissional" (-2,9%). Na avaliação da FecomercioSP, esse movimento é "natural" e está relacionado aos temores gerados pela crise europeia e eventuais reflexos na economia brasileira. Outro componente importante do indicador, que aponta os planos de consumo para os próximos meses, o chamado "perspectiva de consumo", registrou queda de 1,5% no período, enquanto percepção sobre o item "acesso ao crédito" declinou 1,4%.

Em contrapartida, o otimismo dos paulistanos para comprar se manteve, devido ao bom desempenho dos itens "satisfação das famílias com a renda atual" (+4,6%) e "nível de consumo atual" (+1,4%) no período entre julho e agosto. O item "momento para consumo de bens duráveis" também cresceu 0,8% no intervalo em análise. A FecomercioSP relaciona os dados às quedas da taxa de juros aliadas à redução de preços gerada pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para linha branca e para o setor automotivo.

Além disso, o mercado de trabalho aquecido deve, segundo a FecomercioSP, dar condições para que o indicador de intenção de consumo siga elevado nos próximos meses. A pesquisa é apurada mensalmente pela FecomercioSP desde agosto de 2009 junto a cerca de 2.200 consumidores no município de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
consumopaulistanoqueda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.