Intenção de presentear no Dia das Mães cai entre paulistanos

Sondagem da Fecomercio-SP aponta queda de 9 pontos no número de pessoas que comprarão presentes

Ana Luísa Westphalen, da Agência Estado,

08 de maio de 2008 | 18h22

O índice de paulistanos que pretendem gastar com presente do Dia das Mães neste ano caiu, segundo Sondagem da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP). Do total de entrevistados, 57% pretendem presentear suas mães no próximo domingo, uma queda de 9 pontos porcentuais em relação à data correspondente em 2007, quando a intenção representava 66%. Segundo a entidade, foram ouvidos 900 consumidores paulistas entre os dias 2 e 3 deste mês. O gasto médio com o presente deverá ser de R$ 51. Os itens de vestuário e calçados são a escolha de 25% dos filhos entrevistados, seguidos por eletrodomésticos, com 12% das intenções de compra. Para o presidente da entidade, Abram Szajman, não há motivo para desânimo: "Muitos dos entrevistados respondem que não pretendem comprar nada, mas acabam voltando atrás e dando uma lembrança. Prova disso é que o mês de maio representa 18% das vendas do primeiro semestre", afirmou. Apesar da queda constatada na sondagem, os comerciantes esperam um crescimento de 4% nas vendas no Dia das Mães neste ano em relação a 2007. Dos empresários entrevistados, 56% afirmaram que não farão nenhum tipo de promoção, e 68% deles não investirão em publicidade. Dos 79% que contrataram entre um e dois funcionários temporários para a data, 85% afirmam que pretendem efetivá-los.

Tudo o que sabemos sobre:
Dia das MãesConsumo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.