Interesse na Brasil Ecodiesel foi o capital aberto

O setor agrícola passou a ser alvo da administradora de fundos Veremonte, do megainvestidor Enrique Bañuelos, depois que o fundo participou da consolidação do setor imobiliário com a criação da Agre, por meio da fusão das empresas Agra, Abiara e Klabin Segall e com a união da Agre e da PDG. "A Brasil Ecodiesel entrou na história porque precisávamos de uma empresa de capital aberto", diz o presidente da Veremonte, Marcelo Paracchini.

O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2011 | 03h07

O executivo conta que a entrada no setor se deu por meio da Maeda Agropecuária. "A empresa é excelente, com experiência na área de grãos, possui ótima gestão, mas estava com dificuldades financeiras e descapitalizada", afirma.

Em maio de 2010, a Veremonte entrou na Maeda, adquirindo 90% de seu capital, dando início ao seu projeto de criar a maior empresa de agribusiness de capital aberto do Brasil. "Mas para isso acontecer, precisávamos de uma empresa com ações na Bovespa, e encontramos a Brasil Ecodiesel", explica Paracchini.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.