Internet por fibra óptica da Telefônica começa em janeiro

A Telefônica inicia em janeiro a oferta comercial da conexão à internet por fibra óptica. Inicialmente, o serviço estará disponível para 40 mil domicílios dos Jardins e bairros vizinhos, onde se concentram pessoas com maior poder aquisitivo. Porém, a meta é chegar ao fim de 2008 com 160 mil residências cabeadas na capital e outras 240 mil no interior de São Paulo, informou hoje o diretor-geral da concessionária, Stael Prata Filho.Em 2007, a operadora destinará R$ 123 milhões à ampliação da rede de fibra óptica aos clientes residenciais, com velocidade que pode alcançar o pico de 100 megabytes por segundos (Mbps). Neste ano, a empresa gastou mais de R$ 10 milhões para implantar a tecnologia no perímetro delimitado pelas avenidas 9 de Julho, Paulista/Dr. Arnaldo, Paulo VI, Teodoro Sampaio e Faria Lima.O presidente da Telefônica, Antonio Carlos Valente, espera vender 40 mil pontos de acesso até o fim do próximo ano. Em almoço com a imprensa, a diretoria havia dito que ainda não tinha um nome para o serviço, mas Valente, em seu discurso, tratou de batizá-lo de SuperSpeedy.A Telefônica empregará esforços na venda combinada de serviços, tática que vem sendo amplamente defendida pelo dirigente como forma de atrair clientes. O pacote englobando serviços como internet de 30 Mbps, TV por assinatura (Telefônica TV Digital ou TV), assistência técnica, ligações locais ilimitadas e chamadas de longa distância no Estado de São Paulo terá um preço elevado: R$ 500 por mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.