Internet: venda de carros gera polêmica

Segunda empresa a iniciar vendas diretas pela Internet nesta semana, a Fiat espera vender neste ano 7 mil carros pela rede, volume que deve chegar a 20 mil unidades a partir de 2001. A empresa inicia hoje as vendas do Mille Smart e do Palio Young pela rede de computadores, em meio ao impasse criado pelo governo de Minas Gerais, que não aderiu ao convênio aprovado pelo Conselho de Política Fazendária (Confaz) para a cobrança do ICMS nas vendas diretas da fábrica ao consumidor.O porta-voz da Secretaria da Fazenda de Minas Gerais explicou ontem que os 12% recolhidos em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ficarão, na totalidade, para o Estado. O convênio que teve a adesão dos demais Estados estabelece que, desse porcentual, 7% ficam para o Estado produtor do veículo e 5% para o Estado onde foi comercializado.Montadoras não querem participar da polêmicaA posição da Fiat é de que vai recolher o imposto normalmente, e caberá ao Estado fazer ou não a divisão. Técnicos da montadora que analisaram a legislação afirmaram não haver nenhum item que a impeça de realizar a venda direta. O diretor de Assuntos Governamentais da GM, Luiz Moan, afirmou ontem que o ICMS dos modelos vendidos para consumidores mineiros será recolhido integralmente ao governo do Rio Grande do Sul, onde o Celta é produzido. "Respeitamos a posição de Minas Gerais de não aderir ao convênio aceito pelos outros Estados", disse.O convênio feito com o Confaz foi publicado ontem no Diário Oficial da União, mas as montadoras não sabem informar se a não-adesão de Minas poderá ter reflexos para o consumidor, para as empresas e os Estados. Para o porta-voz da Secretaria da Fazenda de Minas Gerais, é possível que ocorram problemas. Ele disse que o convênio é inconstitucional e a Procuradoria Geral do Estado está estudando se adotará medidas jurídicas contra o convênio.Comprar carros pela Internet sai mais barato O carro adquirido via Internet é mais barato porque elimina a cobrança do PIS e da Cofins, além de reduzir custos de estoque nas revendas. O Mille Smart custa R$ 11.440, enquanto na loja sai por R$ 11.896.O Palio Young é oferecido por R$ 13.100 no site e por R$ 13.618 na concessionária. O valor do frete, que em São Paulo é de cerca de R$ 300, não está incluído nesses preços.A General Motors inaugurou no domingo as vendas do Celta pela Internet ao preço de R$ 13.390. Na compra convencional, sai por R$ 14.170, em ambos os casos com o frete incluso. Dependendo do resultado dessas experiências, as duas empresas, assim como as demais montadoras, deverão ampliar a oferta de produtos via rede. No caso da Fiat, o consumidor pode acessar o site (veja link abaixo) e fazer o pedido da própria residência. Na GM, a encomenda precisa ser feita em uma revenda, mas a partir de novembro, também poderá ser feita de qualquer computador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.