Internet: vender com segurança

Moshe Zviran, um dos mais conceituados especialistas em Tecnologia da Informação (TI) de Israel, está convencido de que as empresas de Internet têm que investir mais em sistemas de segurança. O objetivo deve ser a antecipação aos ataques de hackers - internautas que entram nos sistemas de empresas e destrõem os dados.Professor da universidade israelense de Tel-Aviv, Zviran lembrou que, em 1998, o vírus Robert Morris paralisou grande parte dos computadores norte-americanos, acarretando prejuízo de US$ 100 milhões. Em maio deste ano, novamente as empresas foram surpreendidas com o vírus "I love you". O prejuízo foi de US$ 7 bilhões.Para Zviran, isso é mais uma demonstração de que os investimentos em segurança na rede deverão ser ainda maiores, pois a grande aposta do mercado de Internet são as operações de venda. Nesse caso, dados estratégicos como aquisições de matérias-primas e estoques não podem estar vulneráveis à ação de hackers.Para o acadêmico, os ataques recentes demonstram que a questão será, cada vez mais, o foco de atuação de empresas, que não podem se contentar com antivírus obsoletos. Eles podem resultar na perda de credibilidade das operações de comércio eletrônico. É aí, acredita, que há espaço para países como o Brasil ganharem mercado, desenvolvendo tecnologias que solucionem esses problemas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.