Interventor já está na sede do Banco Santos

0 interventor do Banco Central no Banco Santos, Vânio Cesar Aguiar, disse hoje que tem um prazo de 6 meses para encontrar uma solução para a capitalização do banco, que está sob intervenção do BC desde sexta-feira à noite. "Vamos trabalhar para encontrar uma solução de mercado o mais rápido possível". Aguiar chegou à sede do Banco Santos, às 8h30, com uma equipe de dez funcionários do BC. Ele confirmou que eventuais correntistas poderão sacar até R$ 20 mil, que tiverem em conta corrente, por meios eletrônicos. "Quanto ao saque de investimentos, ainda serão estudados. A Comissão de Valores Mobiliários terá de entrar no caso para decidir os destinos dos fundos, por exemplo", explicou. Os funcionários do banco chegaram a se aglomerar na portaria logo pela manhã, mas por volta das 8 horas, a entrada foi liberada, apenas para os empregados. O controlador do banco que está afastado, o empresário Edmar Cid Ferreira defendeu por meio de seus advogados a venda do banco, como a solução "mais natural".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.