carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Interventor judicial assume a administração da VarigLog

Rocha Lima disse estar em contato com bancos para obter R$ 60 milhões

Alberto Komatsu, da Agência Estado,

22 de fevereiro de 2008 | 19h10

O interventor judicial da VarigLog, José Carlos Rocha Lima, assumiu a administração da empresa, no meio de uma disputa judicial entre seus sócios que quase a paralisou. Tido como polêmico por sindicalistas e executivos do setor aéreo, foi fiscal da companhia por cinco dias, desde sábado. Agora, acumula as funções de presidente, membro conselho de administração e direção executiva por tempo indeterminado. Ele disse estar em contato com bancos para obter R$ 60 milhões, dinheiro necessário para colocar a operação da VarigLog nos eixos.Segundo Rocha Lima, a empresa tem recebíveis como garantia. Por isso, afirma ter conseguido a devolução de dois aviões da Boeing, modelo 757-200, de um total de cinco arrestados pela Justiça a pedido da Wells Fargo. Ele teria negociado o pagamento de US$ 1,2 milhão de uma dívida total de US$ 4,5 milhões com a empresa de arrendamento de aeronaves. A Wells Fargo foi procurada, mas não retornou até o fechamento desta edição.Atualmente, a VarigLog está com uma frota de 11 aeronaves, estima Rocha Lima. Ele pretende que até 2009 a companhia tenha 23 aviões. A receita bruta mensal da empresa foi de US$ 29 milhões em janeiro e ficará em torno de US$ 24 milhões em fevereiro, segundo ele. Para o interventor, o ideal é um fluxo de caixa mensal de cerca de US$ 40 milhões, média obtida de julho a dezembro do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
VarigLog

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.