Investidor aguarda a ata do Copom

Documento que explica a elevação da taxa Selic será divulgado quinta-feira; nos EUA, mercado imobiliário é destaque

Leandro Modé, O Estadao de S.Paulo

21 de abril de 2008 | 00h00

A semana que começa com feriado nacional tem como destaque da agenda um evento interno: a divulgação da ata da reunião da semana passada do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), na quinta-feira. Analistas e investidores buscarão no documento pistas sobre os próximos passos da autoridade monetária. Por ora, a expectativa dos especialistas é de que o ciclo de alta da taxa básica de juros (Selic) seja curto. A estimativa é de que haja mais duas ou três elevações de 0,5 ponto porcentual. Assim, a taxa encerraria 2008 entre 12,75% e 13,25% ao ano (ante o nível atual de 11,75%). Outro dado importante para ajudar os especialistas a calibrar as projeções para a Selic é o IPCA-15 de abril, que será divulgado na sexta-feira. O indicador é uma prévia do IPCA, que serve de referência para as metas de inflação no País. A diferença entre os dois é o período de medição. Nos EUA, os principais dados dizem respeito ao mercado imobiliário. Amanhã, saem as vendas de imóveis usados relativas a março. Na quinta-feira, é a vez dos números de imóveis novos, também de março.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.