Investidor embolsa lucros e faz preço do café cair em NY

Cenário: Filipe Domingues

O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2012 | 03h05

Investidores do mercado de café embolsaram lucros obtidos nos últimos dias e pressionaram as cotações na Bolsa de Nova York. O café vinha subindo em pregões anteriores, com a chuva que atrasou a colheita do Brasil, maior fornecedor mundial da matéria-prima. Mas na quarta-feira e ontem os preços caíram. Boa parte dessa queda se deve à atuação de fundos de investimento. Os lotes para entrega em setembro terminaram o dia em baixa de 1,09%, cotados a 163,05 centavos de dólar por libra-peso.

Ainda assim, o mercado acumula alta de quase 5% nesta semana, justamente por causa das preocupações com eventuais danos na safra brasileira. Também por essa razão os preços devem se manter sustentados, segundo analistas. De acordo com Joe Ricupero, da corretora RJ O'Brien, a commodity deve se valorizar até 175 cents/lb. Porém, investidores também estão atentos à situação da economia. Acredita-se que uma piora na crise europeia possa pesar novamente sobre as commodities, que são consideradas ativos de risco, assim com as ações.

Na Bolsa de Chicago, participantes adotaram postura de cautela antes de receberem dados que o governo americano divulga hoje, sobre estoques e área plantada no país. Investidores se reposicionaram para diluir os riscos, pois esses relatórios sempre podem surpreender. Além disso, analistas disseram que a perspectiva de clima quente e seco no país já foi assimilada, de modo que era esperada uma correção. O trigo recuou 0,70%, a soja caiu 0,60% e o milho cedeu 0,12%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.