Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Investidor estrangeiro reduz compra de ações e bônus dos EUA

Os investidores estrangeiros continuaram a comprar ações e bônus norte-americanos em outubro, mas o volume foi o menor do ano, o que faz crescerem as preocupações de que a queda do dólar esteja provocando uma redução na demanda.De acordo com o Departamento do Tesouro dos EUA, o balanço de aquisição de ações e bônus norte-americanos por estrangeiros mostra um crescimento no saldo líquido positivo de US$ 48,1 bilhões em outubro, após um crescimento de US$ 67,5 bilhões em setembro.O crescimento de outubro foi o menor desde os US$ 27,5 bilhões registrados em outubro de 2003. Os números incluem as posições estrangeiras em títulos do Tesouro, títulos de agências governamentais, bônus corporativos norte-americanos, ações de companhias norte-americanas e papéis estrangeiros comprados de investidores norte-americanos."Os investidores estrangeiros ainda estão comprando papéis norte-americanos, mas a um ritmo bastante moderado, com um esfriamento evidente no caso do Japão", comentou Sherry Cooper, estrategista do BMO Financial Group. O Japão reduziu suas posições em ativos norte-americanos pelo segundo mês consecutivo, totalizando US$ 715,2 bilhões em outubro, de US$ 720,3 bilhões em setembro e US$ 722,2 bilhões em agosto.Já a China, segundo maior detentor de títulos do Tesouro dos EUA, aumentou sua posição em apenas US$ 300 milhões em outubro, para US$ 174,6 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

15 de dezembro de 2004 | 17h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.