Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Investidores entram com ação coletiva contra JBS nos EUA

Segundo escritório americano, investidores que sofreram prejuízos com títulos da empresa têm até 21 de julho para integrar ação

Tânia Rabello, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2017 | 19h11

Uma ação coletiva foi aberta contra a JBS nos Estados Unidos nesta sexta-feira, 2, por investidores que compraram ações da empresa entre 2 de junho de 2015 e 19 de maio de 2017.

A informação foi divulgada pelo escritório de advogacia Vincent Wong, responsável pela ação. 

Segundo o comunicado dos advogados, os investidores que sofreram prejuízos têm até 21 de julho para solicitar ao tribunal a nomeação como autor do processo, em tramitação na Corte do Distrito Leste de Nova York.

LEIA MAIS: DONOS DA JBS SE PREPARAM PARA A JUSTIÇA DOS EUA

Em 22 de maio, a agência de notícias Reuters havia noticiado que escritórios norte-americanos de advocacia estavam recolhendo inscrições de interessados em se juntar a ações coletivas contra a frigorífica brasileira, em pelo menos sete processos relacionados ao escândalo da operação Carne Fraca, deflagrado pela Polícia Federal em meados de março.

Férias coletiva. Enquanto isso, no Brasil, a JBS confirmou, em nota ao Estado/Broadcast,  que concederá férias coletivas aos funcionários de sua unidade de abates na cidade de Ponta Porã (MS). 

A pausa começará na segunda-feira, 5, e, conforme a empresa, "a medida está em linha com o planejamento prévio da companhia para a realização de ajustes operacionais na planta". 

A nota também acrescenta que após esse período as atividades serão retomadas "normalmente".

Delação. Na terça-feira, 30, a Operação Greenfield e procuradores do Ministério Público (MPF) fecharam com os irmãos Joesley e Wesley Batista, proprietários da JBS, o maior acordo de leniência do tipo no mundo, na ordem de R$ 10,3 bilhões. / Com Reuters 

Tudo o que sabemos sobre:
jbsEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.