Nacho Doce|Reuters
Nacho Doce|Reuters

Investidores processam Volkswagen no equivalente a US$ 9,1 bilhões na Alemanha

A corte do distrito de Braunschweig informou que foram recebidos 1,4 mil processos contra a empresa

O Estado de S.Paulo

21 Setembro 2016 | 18h27

Investidores entraram com pedidos de reparação por danos contra a Volkswagen na Alemanha que, somados, chegam a 8,2 bilhões de euros (US$ 9,1 bilhões). Eles pedem reparações contra perdas sofridas no ano passado, quando autoridades norte-americanas revelaram que a montadora alemã trapaceou em testes de emissão de gases estufa.

Segundo a corte do distrito de Braunschweig, foram recebidos 1,4 mil processos contra a empresa até o momento, incluindo aqueles enviados por fundos de pensão dos estados Unidos, fundos de ativos de Estados alemães e de investidores individuais.

Os investidores alegam que a fabricante não informou os mercados financeiros sobre as investigações em curso nos EUA nem emitiu um alerta de risco financeiro resultante do uso de um software ilegal para manipular os testes de emissão.

Desde a revelação do caso pelas autoridades norte-americanas, o valor das ações da Volks caiu 30%, após terem chegado a tombar 45% no período.

A montadora admitiu que seu ex-executivo-chefe, Martin Winterkorn, estava a par da investigação desde maio de 2014. Ele renunciou após as denúncias. No entanto, a empresa argumentou que esperava resolver a questão e não via riscos financeiros suficientes para emitir um alerta ao mercado.

"A Volkswagen reitera que cumpriu com todos os deveres legais com os mercados financeiros", afirmou o porta-voz da companhia, Andreas Hoffbauer. (DOW JONES)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.