Investimento da Volks no Brasil cresce 28% até 2011

O presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, anunciou hoje uma ampliação de 28% no volume de investimentos previstos para o Brasil no período entre 2008 e 2011, para um total de R$ 3,2 bilhões. Segundo o executivo, dois terços desse montante serão aplicados no desenvolvimento e lançamento de novos produtos e um terço do valor em aumento de capacidade das três unidades da empresa no País, com destaque para as fábricas de São Bernardo e Taubaté. Inicialmente, a empresa programava aportes de R$ 2,5 bilhões para o País neste período."O crescimento do mercado brasileiro e a estabilidade da economia contribuíram para a decisão da empresa de elevar os investimentos para o Brasil", disse ele. O presidente da Volks revelou que 2007 será o primeiro ano positivo para a empresa após 10 anos de prejuízos no País. Schmall trabalha com previsão de crescimento de 15% para as vendas de automóveis e comerciais leves no mercado doméstico em 2008, para 2,6 milhões de unidades.O executivo, que participou hoje do seminário Perspectivas 2008 para o setor Automotivo, realizado pela Autodata, adiantou ainda que a montadora estuda três opções para aumentar a capacidade de produção no Brasil. Entre elas, está a construção de uma nova fábrica, o aumento da capacidade das unidades atuais (três) ou ainda uma parceria com outra montadora que tenha capacidade ociosa.

BETH MOREIRA, Agencia Estado

29 de outubro de 2007 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.