Investimento estrangeiro direto em abril foi de US$ 1,964 bi

Os investimentos diretos estrangeiros feitos no Brasil ao longo do mês passado somaram o equivalente a US$ 1,964 bilhão, segundo o Departamento Econômico do Banco Central. O valor é menor do que os investimentos diretos de US$ 2,366 bilhões, em março último, e também está abaixo dos US$ 2,029 bilhões de abril do ano passado. O valor desses investimentos diretos em abril não foi suficiente para cobrir o déficit em conta corrente do mesmo mês, de US$ 1,983 bilhão, ao contrário do que aconteceu em março, quando os investimentos diretos superaram, em muito, o déficit em conta corrente de US$ 997 milhões. De janeiro a abrilNo acumulado do período de janeiro a abril deste ano, os investimentos diretos estrangeiros foram de US$ 6,662 bilhões. O valor é menor que os US$ 6,767 bilhões de igual período do ano passado. Os investimentos diretos deste ano, entretanto, foram suficientes para cobrir o déficit em conta corrente de US$ 5,215 bilhões no período de janeiro a abril. O mesmo não aconteceu no passado quando o déficit em conta corrente superou em muito os investimentos diretos feitos no período de janeiro abril. Em maioO chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, informou que em maio os investimentos estrangeiros diretos já somam US$ 800 milhões. Segundo ele, o mês deve fechar com investimentos entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,4 bilhão. Ao contrário do mês de abril, em maio os investimentos estrangeiros diretos não serão suficientes para cobrir déficits em transações correntes, já que a estimativa do BC é de que a conta corrente tenha um saldo negativo de cerca de US$ 2 bilhões. Balanço de pagamentosO déficit do balanço de pagamentos do Brasil em abril foi de US$ 4,018 bilhões. O resultado é bem pior que o superávit de US$ 989 milhões alcançado em março e pode ser explicado pelo pagam ento de aproximadamente US$ 4,2 bilhões feito ao Fundo Monetário Internacional, ao longo do mês passado. Em abril de 2001, o balanço de pagamentos havia registrado um superávit de US$ 212 milhões. Déficit em conta correnteO déficit em conta corrente do Brasil com o exterior foi de US$ 1,983 bilhão em abril, segundo informou a pouco o Departamento Econômico do Banco Central. O valor é o maior registrado pelo BC desde outubro do ano passado, quando o déficit chegou a US$ 2,438 bilhões. Apesar disso, o valor é menor do que o déficit em conta corrente de US$ 2,377 bilhões, registrados em abril do ano passado. Dívida externaA dívida externa brasileira, em fevereiro deste ano, estava em US$ 208,979 bilhões, segundo o Departamento Econômico do Banco Central. O valor é menor do que a dívida de US$ 209,487 bilhões, de janeiro deste ano. Em fevereiro, a dívida externa de médio e longo prazo era de US$ 180,893 bilhões e a de curto prazo estava em US$ 28,085 bilhões. Em janeiro, a dívida de médio e longo prazo somava o equivalente a US$ 181,694 bilhões e a de curto prazo estava em US$ 27,793 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.