bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Investimento estrangeiro direto na China cai 32,6% em janeiro

A China atraiu 7,54 bilhões de dólares em investimento estrangeiro direto (IED) em janeiro, 32,6 por cento menos do que o verificado no mesmo período do ano passado. Foi a quarta queda seguida dos investimentos neste tipo de comparação anual. Entretanto, o porta-voz do Ministério do Comércio Yao Jian sugeriu cautela ao ler as comparações anuais, uma vez que os dados sofreram distorções por conta do período em que foi comemorado o feriado chinês do Ano Novo, que caiu em fevereiro no ano passado e foi comemorado este ano em janeiro. "O IED caiu em janeiro por causa da crise global, do crescimento fora do normal em janeiro do ano passado e pelo festival da primavera", afirmou Yao durante uma entrevista coletiva. Yao ponderou ainda que o dado ficou basicamente em linha com a média mensal de investimento estrangeiro direto do ano passado, que foi de 7,7 bilhões de dólares. Em 2008 como um todo, a China atraiu um volume recorde de 92,4 bilhões de dólares em investimentos estrangeiros diretos, um aumento de 23,6 por cento frente ao volume apurado em 2007. Os investimentos financeiros somaram 15,9 bilhões de dólares no ano passado, um aumento de 68,4 por cento na comparação com o exercício anterior.

LANGI CHIANG, REUTERS

16 de fevereiro de 2009 | 07h46

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCHINAINVESTIMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.