Investimento estrangeiro na América Latina cai 33%

Pelo terceiro ano consecutivo, o investimento estrangeiro direto na América Latina caiu em 2002, despencando 33% no ano, para US$ 56,7 bilhões, de US$ 84 bilhões registrados em 2001, informou a Comissão Econômica para América Latina e o Caribe (Cepal).Ao contrário de 2001, a queda do investimento na região no ano passado foi maior que a registrada em outros mercados emergentes. A Cepal não deu estimativas para 2003. "Não somente a tendência de queda persistiu pelo terceiro ano consecutivo , mas o declínio se acelerou, em relação à queda de 12,6% em 2000 e de 11% em 2001", afirmou.A Cepal atribuiu o recuo acentuado à queda dos preços das ações, principalmente as do setor de tecnologia, à redução das privatizações e de compras de ativos internacionais por grandes corporações, bem como às dificuldades de investidores corporativos em garantir financiamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.