Investimento externo em ações cresce mais de 100%

O investimento estrangeiro em ações em abril somou US$ 5,9 bilhões, mais que o dobro do registrado em abril de 2007, de US$ 2,6 bilhões. O volume se refere a recursos destinados a ações negociadas no País e no exterior, como os American Depositary Receipts (ADRs), ações de empresas brasileiras negociadas na Bolsa de Nova York.Considerando somente os papéis negociados no País, os investimentos estrangeiros em ações em abril somaram US$ 5,865 bilhões. O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, informou que em maio, até ontem, os investimentos em papéis de empresas negociados no mercado acionário somavam US$ 2,376 bilhões. Ele não informou o resultado parcial de maio, incluindo os ADRs. O investimento externo em renda fixa, porém, teve desempenho fraco. Segundo o Banco Central, em abril os títulos tiveram saldo negativo de US$ 1,4 bilhão, ante resultado positivo de US$ 2,8 bilhões em abril de 2007. Para Lopes, isso "sem dúvida reflete (a cobrança) o IOF" nas aplicações de estrangeiros, iniciada em meados de março.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.