finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Investimento global em energia limpa vai subir em 2011, diz ONU

Os investimentos globais em energia limpa devem alcançar neste ano 240 bilhões de dólares, puxados principalmente pelas ações de Brasil, China e Índia, disse um dirigente da ONU na quarta-feira.

REUTERS

23 de fevereiro de 2011 | 19h13

O Programa Ambiental da ONU disse que os investimentos em energias renováveis saltaram de 162 bilhões de dólares em 2009 para 180 a 200 bilhões em 2010, graças principalmente ao empenho dos três grandes países emergentes.

As energias renováveis - como a solar, eólica e o etanol - vêm ganhando força como forma de proteger os governos contra a elevação dos preços do petróleo.

"Os investimentos podem se aproximar de 240 bilhões de dólares em energia limpa, o que inclui eficiência energética e energia renovável", disse Pavan Sukhdev, chefe da iniciativa de Economia Verde do Programa Ambiental.

A ONU estima que seria necessário um investimento anual de 360 bilhões de dólares para tornar a energia mais limpa.

Sukhdev disse à Reuters que os efeitos adversos da mudança climática global obrigam os países a buscarem formas de reduzir as emissões de gases do efeito estufa e de estimular sistemas menos poluentes.

Ele disse que a ONU recebeu uma verba da União Europeia para ajudar sete países africanos - entre eles Quênia, África do Sul e Burkina Faso - a formularem políticas de transição para uma economia mais consciente do ponto de vista ambiental.

(Reportagem de Beatrice Gachenge)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIALIMPAONU*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.