Investimentos chineses cresceram 36,3% em 2010

Os investimentos produtivos da China no exterior também bateram recorde em 2010 e somaram US$ 59 bilhões, 36,3% mais que em 2009. Segundo o porta-voz do Ministério do Comércio, Yao Jian, a maior parte dos recursos foi para Hong Kong, outros países da Ásia e América Latina.

Cláudia Trevisan, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2011 | 00h00

Com o resultado, o estoque de recursos investidos pela China além de suas fronteiras alcançou US$ 258,8 bilhões. Os números oficiais ainda não refletiram a explosão dos negócios chineses, já que muitas das operações ainda não foram concretizadas.

Só no Brasil, empresas do país asiático anunciaram investimentos de quase US$ 20 bilhões em 2010. O maior deles foi a compra das operações brasileiras da espanhola Repsol pela estatal Sinopec. Divulgado em outubro, o negócio envolverá o desembolso de US$ 7,1 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.